Etimologicamente falando

Já parou pra pensar que os nomes de muitos sambistas e grupos não vêm de batismo e muitas vezes nem fazem sentido?

João da Baiana - João era o caçula de uma família baiana de 12 irmãos

Zeca Pagodinho - Seu nome verdadeiro é Jessé Gomes da Silva Filho, mas virou o Zeca da Ala do Pagodinho, no bloco do Boêmios de Irajá

Donga - Nasceu Ernesto, mas ganhou o apelido na família quando, por frequentar desde criança as rodas de ex-escravos e negros baianos,

Cartola - Angenor ficou conhecido como Cartola, depois de incorporar a peça ao seu uniforme de trabalho para impressionar as garotas que passavam perto do seu local de trabalho, quando trabalhava como pedreiro.

Fundo de Quintal - Quer melhor lugar pra sair um bom samba?

Casuarina - Árvore que apresenta certa semelhança com um pinheiro e que pode ser encontrada em terrenos litorâneos.

Martinho da Vila - Vila Isabel, bairro da sua escola do coração

Luiz Carlos da Vila - Apelido dado por Nei Lopes, mas, ao contrário de Martinho, Luiz era de várias vilas

Candeia - O sobrenome de Antônio Candeia Filho

Estes são alguns exemplos do que se pode garimpar no samba e confirma a frase que se pode ler no Cacique de Ramos: Samba é Cultura.


A chama não se apagou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...