E quando o jogo inverte?



Cansamos de ouvir sambas como:

Não vem me zuar, pedir pra chegar mais cedo no lar, eu não vou gostar, eu me vingar, te mandar vazar, quando o sol pintar é que eu volto pro abrigo

Só porque eu cheguei tarde a nega zangou comigo, me chamou de atrevido, armou uma tempestade.

Vem logo, vem curar seu nego, que chegou de porre lá da boemia.

Mas eu te pergunto: e quando o jogo inverte?
É fácil para o homem sambista passar a noite fora e ter uma Amélia em seu lar te esperando. Mas, um dia, o jogo pode mudar, a mulher pode cansar, ir pro samba também ou até te mandar se virar.
Ai, meu caro amigo, é hora de passar sua roupa, esquentar sua própria comida e tomar café no bar da esquina.
Beth Carvalho traz para nós um samba de primeiríssima: Se vira. Ouça:



A chama não se apagou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...